Inspirações Ganbatte: como Matheus está transformando sua comunidade através do empreendedorismo social

O que impede que você comece a empreender? Falta dinheiro, espaço, equipe? Para Matheus Cardoso, de 21 anos, nada disso deveria ser um empecilho quando se quer causar impacto social: “as pessoas têm essa ideia de que é preciso muita coisa para se tornar empreendedor, mas isso é um mito. Se você começar com o que tem à disposição, consegue ir muito longe”, garante.Veja mais

12 dicas infalíveis para causar boa impressão no primeiro dia de trabalho

Vai começar 2016 com um novo emprego? Parabéns! Depois de organizar currículos, estudar para testes e atravessar entrevistas, é hora de mostrar à empresa que ela fez a escolha certa. As primeiras impressões colhidas em seu primeiro dia de trabalho podem ser reveladoras, tanto para seus chefes quanto para a equipe; portanto, pense com cuidado em todos os detalhes de sua estreia. Veja mais

Como encontrar a empresa dos seus sonhos?

Quando voltei de um intercâmbio profissional, aos 22 anos, passei por uma experiência que quase me enlouqueceu: pela primeira vez desde a faculdade, eu não tinha um emprego esperando por mim. Foram quase seis meses de busca até encontrar uma vaga que não apenas pagasse as contas, mas com a qual eu realmente me identificasse.Veja mais

Por que um plano de carreira pode mudar sua vida

Um dia, serei dono da minha própria empresa. Vou morar no exterior. Poderei trabalhar sem sair de casa (ou da beira da piscina). Alguma dessas ideias, provavelmente, já passou pela sua cabeça. Afinal, qualquer profissional tem expectativas para o futuro – o truque é coloca-las no papel e buscar oportunidades que o levem até lá. Para isso, o ideal é elaborar um plano de carreira.Veja mais

Networking – o que é e porque você precisa dele

Você com certeza já ouviu falar da importância de “um bom networking” – mas será que entende o que isso significa? Manter uma rede de contatos útil ao seu crescimento profissional não equivale a adicionar perfis indiscriminadamente no Facebook (e, depois, sequer lembrar quem são aquelas pessoas). Na hora de fortalecer suas conexões, vale mais cultivar menos relacionamentos, mas que sejam autênticos.Veja mais

5 Passos para mandar bem no marketing pessoal

Foi-se o tempo em que a publicidade era voltada apenas para produtos. Hoje, um mercado extremamente competitivo faz com que surjam termos como “marketing pessoal” – uma estratégia utilizada para destacar as qualidades e vender a imagem do profissional. Ou seja: não basta ser competente, as empresas precisam saber que você é competente.Veja mais

Como se comportar em uma entrevista online?

Por que tantas empresas estão substituindo entrevistas presenciais por videoconferências? De acordo com recrutadores, usar a webcam não só diminui os custos com deslocamento como permite que mais candidatos, de vários locais do país e do exterior, participem da seleção. Outras organizações optam por usar os dois formatos em diferentes etapas: uma entrevista online, inicialmente, é feita com maior número de concorrentes e, após a seleção, uns poucos são chamados para o encontro presencial.Veja mais

O que são as soft skills e porque empresas estão procurando por elas

Conhecimento técnico não é o único diferencial levado em consideração por recrutadores na hora da seleção. Cada vez mais, as chamadas soft skills, ou habilidades de comportamento e socioemocionais, têm um papel fundamental no preenchimento de uma vaga. Isso porque as organizações começaram a perceber que candidatos com o perfil adequado aprendem com facilidade as técnicas necessárias para o emprego – já ensinar resiliência, trabalho em equipe ou motivação é tarefa bem mais difícil.Veja mais

Como o perfil nas redes sociais pode ajudá-lo a conquistar (ou perder) uma vaga

Se você está online, as empresas também estão – para o bem ou para o mal. Redes sociais se tornaram não apenas uma fonte de distração aonde colocar fotos da sua última viagem. Mas plataformas úteis para expor sua experiência profissional, criar redes de contato importantes para sua carreira e mesmo chamar a atenção de um recrutador. Hoje, o Linkedin (site de relacionamentos profissionais que conecta pessoas e organizações) é o mais usado em seleções de emprego: 92% das contratações que acontecem na web ocorrem nesse site! Em seguida, estão o Facebook e o Twitter, aonde é possível investigar o perfil e comportamento dos candidatos.Veja mais